Bope anuncia prisão de traficante líder de facção e mais cinco


O perfil oficial do Batalhão de Operações Especiais (Bope) no Twitter anunciou na manhã desta terça-feira (11) as prisões dos traficantes Ricardo Chaves de Castro Lima, o Fu da Mineira, de Cláudio José de Souza Fontarigo, o Claudinho da Mineira, e Eduardo Fernandes de Oliveira, o 2D, no conjunto de favelas do Chapadão, no Subúrbio do Rio.
Fu era considerado a principal liderança de uma das maiores facções criminosas que atua no Rio de Janeiro. Ele pertencia a uma facção criminosa rival a do traficante Celso Pinheiro Pimenta, o Playboy, morto no sábado (8) durante uma operação no conjunto de favelas da Pedreira, no Subúrbio.
Em maio, o Disque-denúncia havia aumentado a recompensa para quem desse informações que levassem à prisão de Fu e de Claudinho. Atualmente a recompensa era R$ 10 mil por cada um dos criminosos.
Fu é apontado pela polícia como o responsável por confrontos nos morros da Mineira, do Fallet e da Coroa, no Catumbi e em Santa Teresa, no Centro do Rio, em maio desse ano. Foragido desde agosto de 2013, depois de receber o benefício da progressão de pena para o regime semiaberto.

Aumenta a recompensa por informações sobre Fu e Claudinho da Mineira (Foto: Divulgação/ Disque-Denúncia)
Aumenta a recompensa por informações sobre
Fu e Claudinho da Mineira
(Foto: Divulgação/ Disque-Denúncia)

Claudinho, que é primo de Fu, é acusado de tráfico e homicídio. Ele também fugiu do presídio de Porto Velho, em Rondônia, em agosto de 2013 ao receber o mesmo benefício de progressão de regime.
O traficante 2D foi preso em 2014 e levado para o Presídio Federal de Porto Velho, em Rondônia. Segundo a polícia, 2D ordenou os ataques à Corrida da Paz, no Alemão, da qual participou o secretário de Segurança, José Mariano Beltrame, em 2013, e à sede do Afroreggae na favela, onde ficava a redação do jornal  "A Voz da Comunidade".


G1 
Compartilhar Google Plus

Autor Radio Cenecista - FM 89.9 Picui PB

Postar um comentário