Secretário descarta atraso no salário de servidores da PB por causa da crise no país


Tárcio Pessoa disse que a Paraíba deve passar por momentos difíceis, mas que as medidas adotadas pelo governo vão fazer com que a crise seja sentida de maneira mais leve

O secretário de Planejamento, Orçamento, Gestão e Finanças da Paraíba, Tárcio Pessoa, descartou qualquer possibilidade no atraso de pagamento dos salários dos servidores públicos por conta da crise econômica que atravessa o país. Segundo ele, no pior cenário, o crescimento da receita corrente liquida do Estado chegaria a 3%. Mesmo assim, não haveriam atrasos na folha de pessoal.

A declaração foi dada na noite desta segunda-feira (17), durante entrevista ao programa Rede Debate, da RCTV, Canal 27 da NET Digital. 

“Deixamos de receber R$ 600 milhões em IPI com a redução dada pelo governo federal. Mesmo assim, aqui na Paraíba, nós não fomos pegos de surpresa [pela crise]. Existem estados com problemas de pagar contas, pagar seus servidores. Nós, na Paraíba, vamos pagar em dia e temos a previsão de crescer em 3% nossa receita corrente liquida”, afirmou o secretário.

Ainda durante a entrevista, o secretário disse que a Paraíba deve passar por momentos difíceis, mas que as medidas adotadas pelo governo vão fazer com que a crise seja sentida de maneira mais leve do que em outros estados. Para ele, os meses mais difíceis são agosto e setembro.

“Estamos restabelecendo a capacidade de planejar do estado. Ano passado, trabalhamos com crescimento de 6% a 9,5% e crescemos 10%. Estamos construindo um planejamento estratégico pensando a Paraíba para os próximos 25 anos e criando um sistema integrado em tempo real que vai permitir o acompanhamento das execuções, atividades e ações do governo”, falou o secretário.




Correio
Compartilhar Google Plus

Autor Radio Cenecista - FM 89.9 Picui PB

Postar um comentário