Suplente de vereador é impedido de tomar posse, após ação requerida por outro suplente em Mari


A cidade de Mari viveu neste sábado (08) um momento bastante turbulento no que se refere a questão política. Tudo isso porque o  suplente de vereador, Dede da prefeitura, que iria tomar posse após o afastamento do Vereador Thiago Cabral foi impedido de tomar posse.
O ato foi impedido pela juíza plantonista da Comarca de Pirpirituba, Flávia Fernandes Aguiar Silvestre, em ação requerida pelo 1º Suplente, Tobi.
O Presidente da Câmara Municipal de Mari, Edvaldo Martins afirmou que o cargo estava vago desde o dia 15 de Julho e que Dedé da Prefeitura já é considerado vereador desde Segunda-Feira, mas que foi impedido de realizar esse ato simbólico de empossamento.








Portal Umari 

Compartilhar Google Plus

Autor Radio Cenecista - FM 89.9 Picui PB

Postar um comentário