Ministério do Planejamento garante 660 vagas para hospitais da UFCG


A Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), estatal criada para o gerenciamento dos hospitais universitários, encaminhou ao reitor Edilson Amorim a minuta de contrato de gestão compartilhada dos hospitais Alcides Carneiro (HUAC) e Júlio Bandeira (HUJB) da Universidade Federal de Campina Grande(UFCG).
Edilson Amorim retornou de Brasília nesta quinta-feira, dia 8, com a aprovação - pelo Ministério do Planejamento - do dimensionamento das vagas para a realização de concurso público para as duas unidades hospitalares da UFCG.
Para completar o quadro de servidores do HUAC, em Campina Grande, serão ofertadas por concurso público 357 vagas;  e, em Cajazeiras, para a formação do quadro de profissionais do HUJB, serão abertas 306 vagas.
As 660 vagas dimensionadas não atendem a expectativa da UFCG. A instituição havia demandado a liberação de mil vagas, no relatório de dimensionamento. Mas, diante da crise que o País atravessa, o reitor disse acreditar que os números poderão ser revistos mais adiante
O calendário para realização dos concursos só será estabelecido após a contratualização da gestão compartilhada.
Agenda
O reitor se reunirá com as direções dos hospitais, na próxima semana, para analisar a minuta de contrato. Serão convidados os procuradores federais da UFCG, de Campina Grande e de Sousa, onde foi ajuizada ação de permanência dos servidores temporários do HUJB.
Também já estão agendadas, ainda este mês, as visitas do presidente da Ebserh, Newton Lima, aos hospitais no dia 29 (HUAC) e no dia 30 (HUJB) para apresentação do modelo de gestão compartilhada da empresa estatal com as universidades e um quadro das melhorias apresentadas nos HUs de outras universidades.
"Estamos chegando à consolidação da federalização do HUJB e começamos a fortalecer o HUAC", comemora o reitor, ressaltando que o concurso público para os 660 servidores dos hospitais demarcará um novo tempo para as práticas do ensino e na assistência à população promovidas pela UFCG  na área de Saúde. "Em Cajazeiras, por exemplo, passaremos dos 70 servidores temporários para 306 efetivos", pontuou.



PB.com

Compartilhar Google Plus

Autor Radio Cenecista - FM 89.9 Picui PB

Postar um comentário