Ex-dançarina do Aviões do Forró é assassinada em São Paulo; ex-namorado confessa crime

Foto: Reprodução/Facebook
Ana Carolina Vieira

Ana Carolina Vieira, de 30 anos, foi encontrada morta nesta quarta-feira, 4, em seu apartamento, na Zona Sul de São Paulo. Ela chegou a integrar o grupo de dançarinas do grupo Aviões do Forró e também participou do quadro "Bailarinas do Faustão" em junho. A ex-dançarina passou por momentos difíceis antes de seu assassinato.

Ao EGO, a tatuadora Akemi Higashi, amiga e vizinha da vítima, relatou sua última conversa com a dançarina, no sábado, 31.

Clique AQUI e leia mais Notícias no Blog de Nova Palmeira

Segundo ela, Ana Carolina havia demonstrado bastante preocupação ao contar que seu ex-namorado, Anderson Leitão - que confessou o crime à Polícia, de acordo com reportagem do G1 -, estava 'plantado' na frente de seu prédio, insistindo para entrar e conversar.

"Falei com ela no sábado, tínhamos planos de jantar em um restaurante japonês no bairro da Liberdade, mas aí mudei os planos e, quando liguei para falar que tive um imprevisto, ela me contou que estava bastante preocupada. Me disse que o ex-namorado, que já tinha o costume de perseguí-la, estava plantado na frente do seu prédio, e insistia para entrar. Eu me ofereci para ir buscá-la. Sugeri entrar com o carro direto na garagem dela e aí saíriamos, mas ela não quis, disse que estava segura em seu apartamento. Depois desse dia mandei várias mensagens no celular dela e não tive mais notícias", contou Akemi, que morava a poucos metros do prédio de Ana Carolina, na Rua Vergueiro, no Sacomã, Zona Sul de São Paulo.

Segundo Akemi, Ana Carolina era sua melhor amiga. "Saíamos direto. Ela vinha aqui em casa. Era muito boazinha, minha amiga e do meu marido. Cheguei a tatuar ela, estávamos combinando de malhar juntas, e de repente acontece um crime horrível desse. Estou muito assustada."

Ex-namorado já invadiu a casa da família de Ana Carolina:

A tatuadora contou ainda que Ana Carolina Vieira nunca relatou nenhum caso de agressão físicia por parte do ex-namorado, mas que ele já havia invadido a casa da família da dançarina, em Fortaleza, no Ceará.

"Eles terminaram faz muito tempo, não é recente, e mesmo assim ele vivia no pé da Ana Carolina. Ela sempre me contava, preocupada, que ele estava procurando, não aceitava o fim do namoro. Ele ficava no pé dela que nem um louco. Chegou inclusive a roubar as senhas dela de redes sociais, era superciumento. Uma vez ele chegou a invadiar a casa da família dela, em Fortaleza, atrás dela. Nunca ouvi que ele fosse algum agressor, mas com certeza era muito violento verbalmente, com os xingamentos."

Ana foi dançarina do Aviões do Forró
(Foto: Reprodução/Facebook)
Corpo ficou dois dias no apartamento:

De acordo com site de notícias G1, Anderson Rodrigues Leitão, namorado da vítima, que era suspeito do crime, foi preso por volta das 16h na mesma região. Ele chegou a confirmar ao G1 que matou Ana Carolina por estrangulamento e que o motivo seria ciúme. Ele vai responder por homicídio e ocultação de cadáver.

Ainda segundo o site, os zeladores do prédio onde a dançarina morava perceberam que a porta estava destravada e entraram chamando pela morada. Eles teriam encontrado o corpo da dançarina na cama do quarto. As janelas estariam fechadas, havia um ventilador ligado e muitos incensos.

Anderson afirmou, de acordo com o G1, que comprou veneno para se matar. "Comprei chumbinho, veneno de rato, porque eu queria morrer abraçado com ela". Ele disse para a publicação que ficou dois dias com o corpo de Ana Carolina no apartamento, "esperando o veneno fazer efeito".

Passagem pelo grupo Aviões do Forró

Ana Carolina Vieira teve uma rápida passagem pelo grupo Aviões do Forró. Em nota, após saber do assassinato, os vocalistas Solange Almeida e Xand disseram estarem 'horrorizados com a notícia'. "Há 12 anos, a dançarina Ana Carolina Vieira teve uma passagem breve no ballet do Aviões. Nossos empresários nos informaram que 'Carol' viajou apenas um mês em teste mas infelizmente não ficou efetiva na banda. Embora o vinculo dela com os nossos vocalistas tenha sido quase zero, eles (Xand  e Solange), ficaram horrorizados com a informação por se tratar de violência vitimando uma jovem com uma vida promissora".

Ego
Compartilhar Google Plus

Autor Radio Cenecista - FM 89.9 Picui PB

Postar um comentário