Programa Minha Casa Minha Vida ganhará faixa intermediária

O governo federal pretende criar uma faixa intermediária no “Minha Casa Minha Vida”, de modo a aumentar a abrangência do programa habitacional. A informação foi anunciada nesta terça-feira (24) pelo ministro do Planejamento, Orçamento e Gestão, Nelson Barbosa, durante o fórum Infraestrutura de Transporte, em São Paulo.
“Vamos criar a faixa ‘1,5’, que tem menos subsídio que a faixa 2, mas mais subsídio que a faixa 1, de modo que o Minha Casa, Minha Vida se expanda em regiões metropolitanas”, destacou. Segundo o ministro, “a faixa vai viabilizar a entrada do programa Minha Casa, Minha Vida na região Sudeste, que vai funcionar parecido com a faixa dois, em que o mutuário ganha o valor do subsídio na entrada e que pode destacar com juros subsidiados”, destacou. Segundo o ministro do Planejamento, na fase três do programa Minha Casa, Minha Vida é que será criada a faixa “um e meio”.
“No programa Minha Casa, Minha Vida, que também afeta bastante o setor de construção civil, já foram contratadas desde o início desse programa 3,76 milhões de casas. Dessas casas já foram entregues 2,375 mil, ou seja, há 1,5 milhão de casas em construção no Brasil. Mesmo na situação atual, em uma situação de redução do nível de atividade, o governo tem um programa habitacional que tem contratadas em construção 1,5 milhão de casas, isso tem movimentado o setor de construção civil”, destacou Barbosa.
“Essas iniciativas revelam o potencial que há de investimentos no Brasil e todas as ações do governo para a recuperação do crescimento, como disse, a recuperação do crescimento exige investimento, investimentos a longo prazo, planejamento e coordenação. O governo federal tem feito isso e obviamente está sempre aberto a sugestões e críticas para melhora as nossas atividades”, disse o ministro.
Portal Brasil 
Compartilhar Google Plus

Autor Radio Cenecista - FM 89.9 Picui PB

Postar um comentário