Governo suspende pagamento de salário de mais de 1,5 mil servidores


O Governo do Estado suspendeu o pagamento de salários de mais de 1,5 mil servidores do Quadro Geral do Tocantins.  A punição é para os funcionários que não fizeram o recadastramento no Banco de Dados dos Quadros de Pessoal do Poder Executivo.
Fazem parte da lista concursados e servidores com contratos temporários de várias secretarias e autarquias do estado.
O recadastramento foi realizado no segundo semestre deste ano, de 1º de setembro a 1º de dezembro. O objetivo era atualizar os dados pessoais e profissionais de todos os servidores do estado. O decreto que dispõe sobre o procedimento foi publicado no Diário Oficial do dia 31 de agosto e já previa a suspensão do salário.
Conforme o decreto, a situação do servidor passa a ser regularizada com o recadastramento realizado a quererimento dele, "por meio de um formulário próprio oferecido pela Secretaria da Administração, em que exponha a motivação do descumprimento dos prazos fixados".
O G1 entrou em contato com a assessoria de comunicação da Secretaria da Administração para saber quando os servidores poderão realizar o recadastramento, mas até a publicação desta reportagem não recebemos resposta.



G1
Compartilhar Google Plus

Autor Radio Cenecista - FM 89.9 Picui PB

Postar um comentário