Petista fala de briga em que saiu no tapa com paraibano: ‘Reagi’

wellington-roberto-foto
O deputado federal, Zé Geraldo (PT-PA), comentou, nesta quinta-feira (10), o episódio onde  trocou tapas com o parlamentar paraibano, Wellington Roberto (PR), no Conselho de Ética da Câmara Federal.
Em entrevista ao programa 60 Minutos, apresentado pelos jornalistas Heron Cid e Anderson Soares, na Rádio Arapuan FM, o petista considerou o fato  como um “momento estressante” e disse que apenas reagiu as agressões físicas praticadas por Wellington Roberto.
“Eu disse a ele que estava bagunçando e que aquilo não era um procedimento correto. Ele se estressou, começou a dizer coisas,  veio para cima de mim e tentou me agredir fisicamente. Eu reagi. A gente aceita agressão verbal, mas ele tentou me atingir”, argumentou.
Diante do clima criado no Conselho de Ética, Zé Geraldo acredita que a votação pelo andamento de processo contra o presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ) não será apreciado ainda este ano.
“Não é o tumulto que é mais grave,  e sim, passar esse monte  de sessões onde as pessoas vão lá para criar confusão e não votar a matéria. Na semana que vem, ela provavelmente não será votada ficando para o mês de fevereiro  com o objetivo de  proteger o Eduardo Cunha”, avaliou.
Para o  parlamentar, o Conselho de Ética deveria pedir desculpa ao povo brasileiro por não votar na 7ª sessão um relatório de admissibilidade pelas acusações de quebra de decoro parlamentar que pesa sobre o peemedebista por negar a CPI da Petrobras contas no exterior.
Roberto Targino – MaisPB
Compartilhar Google Plus

Autor Radio Cenecista Picui PB

Postar um comentário