UEPB só normaliza calendário acadêmico em 2018

A Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) só conseguirá normalizar o calendário letivo de aulas da graduação no ano de 2018, isso, se não acontecerem novas interrupções motivas por movimentos grevistas de professores ou funcionários. A informação foi revelada pelo reitor da UEPB, Rangel Júnior, em contato recente com o canal de vídeo do WSCOM Online.

De acordo com Rangel Júnior, a última greve de professores, que durou pouco mais de cinco meses, atrasou o andamento das aulas e impossibilitou que, sequer, o segundo semestre letivo de 2015 da UEPB fosse iniciado este ano. “Estamos preparando a Universidade para o início do próximo semestre letivo, pois, não houve tempo hábil para iniciar o período 2015.2 este ano, sendo apenas possível o seu início em 20 de janeiro”, disse.

“A greve criou essa situação e, provavelmente, se não houver outra interrupção, somente em 2018 é que teremos os períodos letivos regularizados. Isso porque precisamos ter 100 dias letivos para cada semestre”, complementou.

A tendência é que o primeiro semestre letivo de 2016 inicie apenas em junho do próximo ano, e em novembro seja iniciado o segundo. “Tempo perdido, é tempo perdido, não há como recuperar do ponto de vista temporal, mas o que podemos fazer é apostar na qualidade daquilo que nós fazemos. É apostar que cada professor, e cada técnico possam dedicar o melhor de si para que tenhamos uma qualidade acadêmica a contento da sociedade”, disse.

WSCOM Online
Compartilhar Google Plus

Autor Radio Cenecista - FM 89.9 Picui PB

Postar um comentário