Temer vai ao Congresso entregar proposta de meta fiscal revisada


O presidente interino Michel Temer vai hoje (23) ao Congresso Nacional entregar pessoalmente a proposta da nova meta fiscal para este ano, com previsão de déficit de R$ 170,5 bilhões. O encontro com o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), está previsto para as 16h.
A nova proposta precisa ser aprovada até o final de maio, sob o risco de paralisar o funcionamento da máquina pública. Há expectativa de que a votação da nova meta ocorra até quarta-feira (25). A equipe econômica da presidenta afastada Dilma Rousseff pediu autorização ao Congresso para um déficit primário de R$ 96,6 bilhões este ano.
A decisão de ir ao Congresso foi tomada na sexta-feira (20) por Temer na tentativa de demonstrar respeito ao Legislativo, a quem cabe votar a nova meta, e sensibilizar os parlamentares sobre a necessidade da aprovação de medidas econômicas importantes para o novo governo, a começar pela meta fiscal.
Para amanhã (24), está prevista uma entrevista coletiva de Temer, a primeira desde que assumiu a Presidência da República. O objetivo, segundo o Palácio do Planalto, é apresentar ao país uma análise “realista” dos números que recebeu da gestão da presidenta afastada Dilma Rousseff e fazer o anúncio de medidas econômicas.
Também devem participar da entrevista os ministros da Fazenda, Henrique Meirelles; do Planejamento, Romero Jucá; da Casa Civil, Eliseu Padilha; e da Secretaria de Governo, Geddel Vieira Lima.

Agência Brasil 
Compartilhar Google Plus

Autor Radio Cenecista - FM 89.9 Picui PB

Postar um comentário