Racionamento em Campina Grande deve ser reduzido nesta semana, prevê Cagepa

O racionamento de água em Campina Grande deve ser reduzido a partir desta semana, conforme a chegada das águas da Transposição do Rio São Francisco no espelho d’água do Açude Epitácio Pessoa, em Boqueirão.

De acordo com a previsão da gerência regional da Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa), o fornecimento vai ser ampliado em quase um dia para as zonas 1 e 2. As águas da transposição chegaram à bacia hidrográfica do açude na madrugada da quarta-feira (12).

Segundo Ronaldo Meneses, gerente regional da Cagepa, o órgão foi autorizado a prorrogar o abastecimento da zona 2 e antecipar o fornecimento da zona 1.

 As chuvas registradas desde a quarta-feira (12) promoveram uma recarga nos açudes Coremas e Mãe d’Água, dois dos principais mananciais do estado, receberam juntos 16,3 milhões de metros cúbicos (m³). Porém, a recarga não foi suficiente para retirar os açudes da lista de mananciais em observação pela Agência Executiva de Gestão das Águas da Paraíba (Aesa).

Uma imagem sonhada por todos os taperoaenses há anos era a do açude Manuel Marcionilo cheio e até transbordando.

O manancial, após as últimas chuvas, tomou considerável volume d’água e está há poucos centímetros de sangrar, mas alguns vazamentos foram verificados em sua sangria.

O açude que tem capacidade para 15.148.900m³ de água está com 13.391.550 m³, o equivalente a 88,4% de sua capacidade e está há poucos centímetros de lâmina de sangrar.

Uma preocupação da população e das autoridades é com pequenos vazamentos verificados na parede da sangria do reservatório. Segundo o prefeito Jurandi Gouveia, há alguns anos o Estado mandou fazer uma manutenção no manancial, mas os vazamentos não foram retirados.
Compartilhar Google Plus

Autor Radio Cenecista - FM 89.9 Picui PB

Postar um comentário