“A interferência política complica trabalho da PM” Rio Grande do Norte

Acumulando problemas que vão desde a falta de efetivo até aparelhamento sucateado, a Polícia Militar padece de melhorias básicas para fazer com efetividade segurança pública.

Na contramão do crescimento da criminalidade, os policiais se vêem com equipamentos cada vez piores para levar segurança à população.
Sem concurso público há 13 anos, a promessa do Governo é que um edital para mil vagas seja publicado ainda este ano.

Há quatro anos a frente da  Associação de Oficiais Militares do Rio Grande do Norte, o major Antoniel Moreira indica os principais problemas enfrentados pela PM, e os caminhos para que a situação seja amenizada.

Para o major, a interferência política nas questões técnicas – que vão desde a indicação de cargos de comando até a elaboração de programas de combate a violência – também atrapalha o trabalho. “Não adianta crescermos o efetivo e não ter acompanhado a isso uma estrutura adequada”, disse Moreira.

Tribuna do Norte
Compartilhar Google Plus

Autor Radio Cenecista Picui PB

Postar um comentário