Volume do Açude de Boqueirão, PB, sobe 2,5 pontos percentuais no fim de semana

O volume do açude Epitácio Pessoa, conhecido como açude de Boqueirão, no Cariri da Paraíba, atingiu a marca de 14,8% da capacidade total na manhã desta segunda-feira (5). O índice foi confirmado pelo Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Denocs), que monitora o manancial. O órgão revelou que durante os últimos três dias, o volume do açude teve um aumento de 2,5 pontos percentuais. 

Na última sexta-feira (2), Boqueirão tinha 50.620.075 m³ de água, que equivale a 12,3% do volume total. Com as chuvas, o açude chegou aos 61.111.865 m³, que é equivalente a 14,8% da sua capacidade.

De acordo com o Denocs, de sexta (2) para sábado (3) aconteceu um aumento de 0,1 ponto percentual. De sábado para domingo (4), houve um acréscimo de 1,3. Já de domingo para segunda, subiu 1,1, contabilizando 2,5 durante os três dias.

O açude de Boqueirão é usado para o abastecimento da população de Campina Grande e mais outras 18 cidades do Agreste paraibano, levando água para cerca de 1 milhão de pessoas, de acordo com a Companhia de Águas e Esgotos do Estado da Paraíba. Ele tem capacidade de 411.686.287 m³.

O Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs-PB) iniciou, na última sexta-feira (2), a fase de testes para abertura das válvulas dispersoras de água do açude Epitácio Pessoa (Boqueirão) para o açude Argemiro de Figueiredo (Acauã). Segundo o técnico do Dnocs, Severino de Normando, as primeiras tentavias foram bem satisfatórias.

Ainda segundo o técnico, a data exata para a liberação das válvulas não está definida. Porém, a expectativa é que isto aconteça até o fim do mês de março. Toda o processo está sendo feito por meio de computadores.

G1 PB

Rio Grande do Norte
O Relatório da Situação Volumétrica dos principais reservatórios do Estado, divulgado pelo Instituto de Gestão das Águas do RN (IGARN), nesta segunda-feira (5), aponta que a Barragem Armando Ribeiro Gonçalves (ARG) saiu do volume morto com as recentes recargas de água recebidas após as chuvas.

Apesar da boa notícia, a cota mínima de água do manancial antes de entrar no chamado volume morto é de 35m e atualmente ela se encontra com 35,03m, ou seja, a diferença é de apenas 3 centímetros, como o consumo médio é de 2cm por dia no reservatório, se não houver reposição de águas, ele poderá voltar ao nível crítico ainda esta semana.

Dos 47 reservatórios com capacidade superior a cinco milhões de metros cúbicos, monitorados pelo Governo do Estado do Rio Grande do Norte, por meio do Igarn, 17 continuam em volume morto e 15 estão secos.

No relatório divulgado posteriormente ao carnaval, 17 estavam em volume morto e 16 secos.  O açude Marcelino Vieira, situado na cidade de mesmo nome, estava seco e agora se encontra com 371.988 mil metros cúbicos, ou 3,32% do seu volume total que é de 11,200 milhões de metros cúbicos, ou seja, está em volume morto.

ASSECOM/RN
Compartilhar Google Plus

Autor Radio Cenecista Picui PB

Postar um comentário