Advogado de RC diz que erro do TCE teria efeito no julgamento de ação: 'conclusões erradas podem levar a decisões injustas'


O advogado Fábio Brito, representante do governador Ricardo Coutinho (PSB) e da coligação Força do Trabalho, que disputou as eleições em 2014, justificou na manhã desta quarta-feira (8) o encaminhamento de um incidente de falsidade em relação à ação do Tribunal de Contas do Estado.
Mesmo após o conselheiro do TCE, Fernando Catão, reconhecer o erro no documento e afirmar que isso não iria potencializar a ação no tribunal, Brito declarou que isso não cabe ao TCE. “A interpretação é dada pelo julgador. Se há um erro na planilha, as conclusões tiradas a partir disso, são erradas. Queremos evitar no contexto desse processo eleitoral é que conclusões erradas possam levar a decisões injustas”, disse.
Fabio Brito esclareceu que o erro cometido pelo TCE é de grande importância para o julgamento da ação. “Houve um encaminhamento do TCE para o Tribunal Regional Eleitoral, nesse relatório havia um dado incorreto dizendo que o Governo teria acrescido a folha com mais de 40 mil servidores no ano de 2014. Esse dado seria considerado para efeito do julgamento”, apontou.




Pedro Callado / Fernando Braz

Compartilhar Google Plus

Autor Radio Cenecista Picui PB

Postar um comentário