Ceará pede apoio da Força Nacional e do Exército para conter ataques - Rádio Cenecista FM 89.9 - Site oficial
RÁDIO CENECISTA FM 89.9 - A SUA COMPANHIA EM TODAS AS HORAS

Anuncio No Post

Ceará pede apoio da Força Nacional e do Exército para conter ataques

Compartilhar
O governador do Ceará, Camilo Santana (PT), pediu ao ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, o apoio da Força Nacional, do Exército e da Força de Intervenção Integrada para conter ações criminosas registradas no Estado desde a madrugada desta quinta-feira (3).
Houve uma série de ataques em Fortaleza e na região metropolitana desde a madrugada. 

Criminosos teriam explodido uma bomba em um viaduto no município de Caucaia, na região metropolitana, e incendiado um ônibus. Também foram queimados carros do Departamento de Trânsito de Horizonte, cidade a 40 quilômetros da capital.

Em nota na tarde desta quinta-feira, o governo do Ceará informou que solicitou apoio do governo federal “para trabalhar em conjunto com os profissionais cearenses”.

O Estado também autorizou a nomeação de 220 novos agentes penitenciários, prevista, segundo o governo, para março, e a nomeação de 373 novos policiais militares para atuação nas ruas.

“O governo do Ceará está agindo para proteger a população e coibir as ações dos criminosos”, informou, em nota. Segundo a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), nove pessoas foram autuadas e outras três estão sob investigação.

Segundo o governo, Camilo Santana entrou em contato na manhã desta quinta com o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, “para dialogar acerca da necessidade da união de forças entre Estados e Governo Federal para o combate às organizações criminosas”.

“Conversei por telefone, com o ministro da Justiça e da Segurança Pública, Sérgio Moro, que se colocou à inteira disposição para o apoio necessário, e a quem agradeço.

Entendo que o crime organizado ultrapassou as divisas dos Estados e que, somente com a ação conjunta dos Estados com o Governo Federal, iremos vencer esse desafio”.

Agência Estado 
Postar um comentário

Anuncio No Post

Anuncio Aqui!