PLANTÃO CENECISTA 06/04/2020 - Rádio Cenecista FM 89.9 - Site oficial
RÁDIO CENECISTA FM 89.9 - A PRIMEIRA DE PICUÍ, A PRIMEIRA DA REGIÃO

Anuncio No Post



PLANTÃO CENECISTA 06/04/2020

Compartilhar

O secretário de Saúde de João Pessoa, Adalberto Fulgêncio, enfatizou, em áudio divulgado na noite desse domingo (5), que a cidade enfrenta uma epidemia real de covid-19 e reforçou a importância do isolamento social.

De acordo com o secretário, há muitos casos assintomáticos que não são notificados porque a própria pessoa não sabe que está doente. Os casos em que o paciente só apresenta sintomas gripais leves também não entram para as estatísticas, já que essas pessoas não são testadas e muitas vezes nem procuram o sistema de saúde. ''Então multiplique por dez os casos. Se são 35, multiplique por dez'', disse.


O governador João Azevêdo (Cidadania) determinou neste sábado (4), por meio do decreto 40.173, a proibição de carreatas, passeatas e quaisquer eventos que promovam a aglomeração de pessoas em cidades e suas respectivas regiões metropolitanas que tenham casos confirmados da Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. “A medida restritiva se faz necessária para evitar a propagação do coronavírus no estado e seu descumprimento pode acarretar na aplicação de multa de até R$ 50 mil, que serão destinados às medidas de combate ao novo vírus”, disse o governador.

A covid-19 fez sua quarta vítima fatal na Paraíba. De acordo com o boletim informativo da Secretaria de Estado da Saúde, divulgado no fim da tarde deste domingo (5), a vítima foi uma mulher de 88 anos, cujo diagnóstico foi confirmado em 2 de abril.
  • Casos Confirmados: 35
  • Casos Descartados: 563  
  • Óbitos confirmados: 4
Até agora, os casos confirmados estão distribuídos por 8 municípios: João Pessoa, Campina Grande, Cabedelo, Patos, Sousa, Igaracy, Junco do Seridó e Serra Branca.

- As secretarias estaduais de Saúde divulgaram, até as 8h10 desta segunda-feira (6), 11.297 casos confirmados do novo coronavírus (Sars-Cov-2) no Brasil, com 488 mortes pela Covid-19. Apenas dois estados ainda não registraram mortes: Acre e Tocantins.

Pesquisa Datafolha publicada nesta segunda-feira pelo jornal Folha de S.Paulo mostra que 76% dos brasileiros acreditam que o mais importante em meio à pandemia do novo coronavírus é manter as medidas de isolamento social e deixar as pessoas em casa. Já 18% dos entrevistados querem o fim do isolamento, e 6% não souberam responder.
O instituto entrevistou por telefone, 1.511 pessoas entre os dias 1º e 3 de abril. A margem de erro da pesquisa é de três pontos. O Datafolha ainda questionou os entrevistados sobre o sobre fechamento de comércio, a suspensão de aulas e quanto tempo o isolamento deve  durar. Mais da metade da população diz que o comércio deve continuar fechado (65%), contra 33% que acha que os empreendimentos não essenciais devem ser reabertos. Dois por cento não souberam responder.

O governo federal publicou nesta semana a medida provisória (MP) que permite que as escolas tenham menos de 200 dias letivos no ano, desde que garantam, no mínimo, 800 horas de ensino na educação infantil, no ensino fundamental e no ensino médio. A flexibilização deverá observar as normas dos respectivos sistemas de ensino, ou seja, estados e municípios devem decidir as regras para o cumprimento da jornada mínima.

- Um homem de 43 anos morreu neste sábado (4) vítima do coronavírus, após passar quatro dias internado em um hospital privado de João Pessoa. É a terceira morte confirmada pela Secretaria de Estado da Saúde (SES) na Paraíba, sendo a segunda em apenas um dia. A morte de uma mulher de 86 anos foi informada pela Pasta na manhã deste sábado (4). Segundo a SES, o número de pessoas contaminadas no estado subiu de 32 para 34. O homem que morreu neste sábado (4) era hipertenso e teve início dos sintomas em 28 de março.

O secretário de Saúde de João Pessoa, Adalberto Fulgêncio, enfatizou, em áudio divulgado na noite desse domingo (5), que a cidade enfrenta uma epidemia real de covid-19 e reforçou a importância do isolamento social. De acordo com o secretário, há muitos casos assintomáticos que não são notificados porque a própria pessoa não sabe que está doente. Os casos em que o paciente só apresenta sintomas gripais leves também não entram para as estatísticas, já que essas pessoas não são testadas e muitas vezes nem procuram o sistema de saúde. ''Então multiplique por dez os casos. Se são 35, multiplique por dez'', disse.

Em conversa com apoiadores na frente do Palácio do Planalto na tarde deste domingo, 5, o presidente Jair Bolsonaro disse que “algo subiu na cabeça” de algumas pessoas do governo e que “a hora deles não chegou ainda não, mas vai chegar”. “Eram pessoas normais, mas de repente viraram estrelas. Falam pelos cotovelos”, completou.
Sem citar nomes, Bolsonaro afirmou que “não tem medo de usar a caneta” e que pretende usá-la para o “bem do Brasil”. O presidente da República vive uma crise com o Ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, sobre como o governo deve combater a pandemia do coronavírus. Durante a semana, Bolsonaro chegou a dizer, em entrevista a uma emissora de rádio, que faltava humildade a Mandetta.

Na tarde da última sexta-feira (3), o empresário Paulo Bressane foi alertado pela filha Carol de que um assunto estava sendo bastante comentado nas redes sociais. Pessoas de todo o país relatavam ter escutado um estranho barulho no céu. Pouco depois, Bressane, que mora em Nova Lima, na região metropolitana de Belo Horizonte, também ouviu o inusitado som. “Às 14h15, escutei um estrondo semelhante ao de um jato cruzando o céu ou ao de uma turbina de avião. Escutei duas vezes, e não tinha nada no céu, não vi nenhum avião, apesar de estar nublado”, diz o empresário. “Comentei com um amigo que mora em outro local, e ele disse ter ouvido também”, acrescenta.

Como parte das medidas para enfrentar a crise provocada pelo novo coronavírus, o Ministério da Economia prorrogou o prazo para o recolhimento do INSS feito por empresas e por empregadores domésticos. As contribuições previdenciárias de abril e maio foram adiadas para agosto e outubro. No caso das empresas, a contribuição de março deveria ser paga até 20 de abril. 

- O governo publicou em edição extraordinária do “Diário Oficial da União”, a medida provisória que cria a modalidade de crédito à folha de pagamento de pequenas empresas. A iniciativa foi batizada de Programa Emergencial de Suporte a Empregos. Para a modalidade entrar em funcionamento, porém, ainda são necessárias a aprovação do Conselho Monetário Nacional e uma circular do BNDES, que será o agente financeiro da União no programa.

Após 15 dias da confirmação do primeiro caso do novo coronavírus na Paraíba, uma verdadeira força-tarefa dos órgãos de saúde foi instaurada no estado. Desde então, vários casos também foram confirmados, centenas descartados e duas mortes também já foram registradas. Com isso, a preocupação das autoridades competentes com aqueles que fazem parte do grupo de risco aumenta gradativamente, como os idosos. Sobre o assunto, o secretário de Saúde do Estado, o médico Geraldo Medeiros, alertou para a quantidade de idosos na Paraíba, alertando para os cuidados que devem ser redobrados por esta parcela da sociedade. De acordo com estimativa da Pasta, mais de meio milhão de pessoas tem mais de 60 anos na Paraíba.

Em portaria publicada de forma conjunta pela Secretaria de Estado e Saúde Pública (Sesap) e pela Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Sesed) foram definidos os valores das multas para pessoas físicas e jurídicas que descumprirem o Decreto Estadual nº 29.583, que consolidou as medidas de enfrentamento ao coronavírus no Rio Grande do Norte. Os valores variam entre R$ 5mil e R$ 25 mil, dependendo da gravidade da infração cometida, para pessoas físicas.


O secretário-executivo do Ministério da Saúde,
João Gabbardo dos Reis (Foto: Reprodução)
O secretário-executivo do Ministério da Saúde, João Gabbardo dos Reis, disse que a contaminação de toda a população pelo novo coronavírus é uma situação inevitável. A questão é a velocidade em que isso vai ocorrer, para que todos aqueles que precisarem de apoio médico, possam encontrar a estrutura necessária. Gabbardo ponderou que, apesar da contaminação generalizada prevista no longo prazo, cerca de 86% dos infectados sequer vão perceber ou ter sintomas, dadas as suas condições de saúde, idade e imunidade, entre outros fatores. Os demais 14% podem precisar de apoio médico. Boa parte desses será tratada, mas uma parte menor não vai resistir.

Ninguém acertou as seis dezenas do concurso 2.249 da Mega-Sena, realizado na noite deste sábado (4) em São Paulo (SP). O prêmio acumulou. Veja as dezenas sorteadas: 04 - 09 - 31 - 47 - 49 - 53. A quina teve 27 apostas ganhadoras; cada uma receberá R$ 39.850,68. A quadra teve 1.782 apostas ganhadoras; cada uma levará R$ 862,56.

Um acidente de carro deixou quatro pessoas mortas e uma ferida na tarde deste domingo (5) na Rodovia BR-361, cidade de Olho Dágua, região do Vale do Piancó, na Paraíba. O fato ocorreu por volta das 16h. De acordo com informações preliminares de populares, o veículo seguia de Catingueira com rumo ao município olho-daguense, quando ocorreu o automóvel desceu uma ribanceira e caiu dentro de um açude. Informes apontam que o condutor poderia estar sob efeito de álcool. 

O governo federal publicou cinco medidas provisórias em edição extra do Diário Oficial da União (DOU) da última quinta-feira, 2, com o aporte de recursos para o enfrentamento da emergência de saúde do novo coronavírus no País. Os atos liberam reforço de verba para Estados, Distrito Federal, municípios e ministérios, dentre eles o da Saúde. A Medida Provisória 938/2020 autoriza o repasse de até R$ 16 bilhões para os fundos de Participação dos Estados e dos Municípios num período de quatro meses.

Nenhum comentário:

Anuncio No Post