Bancários da PB não vão manter 30% do atendimento para serviços de advogados

Diretoria do Sindicato dos Bancários da Paraíba disse que ainda não foi notificada sobre a medida judicial, mas afirmou que está tranquila


O Sindicato dos Bancários da Paraíba informou nesta quinta-feira (15) que vai agir para derrubar a liminar acatada pelo Tribunal Regional do Trabalho (TRT13), a partir de uma ação movida pela Ordem dos Advogados do Brasil na Paraíba (OAB-PB). O pedido é para que os bancos mantenham 30% dos atendimentos para serviços de advogados, sob pena de multa diária de R$ 5 mil em caso de descumprimento.

A diretoria do Sindicato dos Bancários da Paraíba disse que ainda não foi notificada sobre a medida judicial, mas afirmou que está tranquila. “Foram cumpridos todos os trâmites para a deflagração da greve constitucional da categoria profissional. Até porque a Lei 7783/89, no artigo 10º, item décimo 11º, cita apenas a compensação bancária como serviço essencial”, esclarece Marcos Henriques, presidente da Entidade. 

Henriques disse que tão logo o Sindicato seja notificado sobre a liminar em favor da OAB-PB, tomará as medidas judiciais cabíveis. “Confiamos plenamente na nossa assessoria jurídica e na derrubada dessa aberração que fere o nosso direito, bem como apostamos mais uma vez na mobilização e na força dos bancários, que continuam firmes com 91,49% de adesão desde o primeiro momento da greve”, concluiu. 



Correio PB
Compartilhar Google Plus

Autor Radio Cenecista - FM 89.9 Picui PB

Postar um comentário