Governo inicia ‘Outubro Rosa’ com atividades no Centro

Outubro Rosa
O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES), iniciou na manhã desta quinta-feira (1) a Campanha ‘Outubro Rosa’, com atividades de acolhimento, biodança e apresentação da Banda Marcial da Polícia Militar no Centro de Diagnóstico do Câncer (CEDC). Em seguida, foi realizada a abertura oficial da campanha na sede da SES. O objetivo é chamar a atenção para a importância do cuidado com o corpo, com ênfase para o câncer de mama.
Participaram da abertura autoridades, profissionais de saúde, representantes de ONGs que trabalham com o tema e a população em geral. Durante o evento houve a apresentação das crianças do Projeto de Inclusão Social através da Música e das Artes (Prima) e um café da manhã.
A secretária de Estado da Saúde, Roberta Abath, falou sobre a situação do câncer de mama na Paraíba e a importância da sua prevenção.
“Só este ano 143 mulheres perderam a vida na Paraíba por conta do câncer, e eu não tenho dúvidas que a alta incidência da doença é reflexo do estilo de vida, do dia a dia da mulher moderna.  É importante buscarmos um equilíbrio, para que assim possamos evitar a doença. É importante que saibamos viver, e isso significa saber pensar, falar, sentir , se conduzir, principalmente diante das dificuldades e adversidades que todos enfrentamos nessa vida”, disse.
Ela lembrou ainda que o governo vem trabalhando para evitar a doença. “Mesmo com todas as dificuldades que a saúde no nosso país apresenta, nós estamos e continuaremos caminhando e o evento de hoje é exemplo disso, uma ação coletiva onde todos se dão as mãos, se vestem de rosa, se confraternizam buscando alertar e conscientizar sobre a prevenção ao câncer de mama. O Governo do Estado vai continuar trabalhando para combater a morbimortalidade do câncer de mama”, disse Roberta Abath.
O cardiologista Mário Toscano ressaltou a importância da detecção precoce da doença e o trabalho que vem sendo realizado pelo Governo da Paraíba.
“É importante identificar a doença e tratá-la no momento adequado, quando a progressão da doença ainda não ocorreu. Quando detectada precocemente, nós temos praticamente 100% de cura. Retardar o atendimento e assistência significa se afastar da cura, caminhar para morte. O que vejo aqui na Paraíba é um governo que trabalha com muita disposição, todos juntos, realizando um trabalho de respeito com as mulheres paraibanas. Fico muito feliz por ter percebido que a Paraíba se destaca, pois tem um governador sério, que sabe exatamente para onde está indo”, disse o médico.
MaisPB
Compartilhar Google Plus

Autor Radio Cenecista - FM 89.9 Picui PB

Postar um comentário