Projeto de lei de Jovem Parlamentar picuiense pode ser votado na Câmara

Divulgação
Cinthya Pâmella conseguiu
a maior nota no programa
O projeto de lei da estudante Cinthya Pâmella Casado Paulo, que participou do programa Parlamento Jovem Brasileiro, em 2015, vai para análise da comissão responsável pelo tema e pode seguir para votação em plenário na Câmara dos Deputados, em Brasília, nos próximos dias. Cinthya é ex-aluna da Escola Estadual Professor Lordão, da cidade de Picuí, e obteve a melhor nota do Brasil, na edição 2015 do PJB.

Cinthya desenvolveu um projeto de lei que dispõe sobre a prorrogação do tempo de licença maternidade para caso de gestação de múltiplos. Pela proposta, as mães teriam mais 30 dias de licença para cada filho, além do tempo normal já estabelecido pela Constituição. Atualmente, Cinthya faz o curso de Direito, em João Pessoa. 

Edição 2016 - Dos oito estudantes paraibanos, finalistas do Programa Parlamento Jovem Brasileiro 2016, sete são da rede estadual de ensino. Quatro estudam na Escola Estadual Professor Lordão, mesma unidade de ensino da parlamentar jovem brasileira, Cinthya Pâmella Casado Paulo.

Os oito finalistas disputam duas vagas. Isso porque serão selecionados 78 alunos de todo o Brasil e o número de vagas segue a mesma proporção da quantidade de deputados federais na Câmara. O programa leva em consideração a proporcionalidade de cada unidade da federação. Como a Paraíba tem 12 deputados federais, proporcionalmente, vai selecionar dois alunos para o Parlamento Jovem.

A primeira edição do PJB ocorreu em 2004. De lá para cá, houve a participação de 924 jovens parlamentares estudantes do ensino médio. A nova edição do programa deve divulgar no dia 19 de agosto os nomes dos dois escolhidos para representar a Paraíba, neste ano.

Portal Correio e BLOGNP
Compartilhar Google Plus

Autor Radio Cenecista - FM 89.9 Picui PB

Postar um comentário