BB assumirá despesas do Banco Postal em quase 2 mil agências

O Banco do Brasil vai assumir, por quatro meses, os custos da contratação de vigilantes armados e portas giratórias para garantir o funcionamento do Banco Postal em 1.827 agências dos Correios. A despesa mensal está estimada em R$ 8 milhões. A formalização do entendimento entre o BB e Correios foi anunciada nesta terça-feira (3) pelo ministro da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações (MCTIC), Gilberto Kassab, em vídeo distribuído para parlamentares, prefeitos e vereadores dos munícipios que seriam atingidos.
Com a decisão, o BB vai arcar com uma despesa, que, pelo contrato assinado, deveria ser assumida pelos Correios. Com a alegação de não ter recursos, os Correios anunciaram que deixariam de prestar serviços do Banco Postal em 1.827 de suas agências em 12 cidades. Mais de 137 mil aposentados e pensionistas seriam prejudicados pela medida, principalmente, na Região Nordeste, conforme noticiado pelo Valor.
A assessoria de imprensa do MCTIC informou que a formalização do acordo, no entanto, será assinada hoje ou, no máximo, amanhã. "O BB, ao longo dos próximos quatro meses, irá continuar realizando financiamento das ações do Banco Postal. Com isso, até o fim de janeiro, temos a tranquilidade de encontrar outra solução para que o Banco Postal não deixe de prestar os excelentes serviços que vem fazendo ao longo dos últimos anos", disse Kassab em mensagem de vídeo enviada para parlamentares, vereadores e prefeitos por WhatsApp.
Segundo o deputado Júlio Cesar (PSD-PI), presente em uma reunião realizada hoje, o BB assumiu os encargos até janeiro. "Os prefeitos estavam muito nervosos com a interrupção dos serviços", afirmou, acrescentando que em seu Estado 178 agências do Banco Postal deixariam de funcionar. "O ministro conseguiu reverter o fechamento do Banco Postal", frisou.
O Banco do Brasil assumiu o Banco Postal em janeiro de 2012, no lugar do Bradesco. O contrato com o BB terminaria no ano passado. Como não houve novos interessados em licitação, o banco e os Correios assinaram acordo para dar continuidade à distribuição de produtos e serviços da instituição na rede de atendimento do Banco Postal pelo prazo de até 36 meses.
Valor
Compartilhar Google Plus

Autor Radio Cenecista Picui PB

Postar um comentário