2º Juizado Especial Cível de Campina Grande cumpre Meta 2 do CNJ no primeiro semestre

O 2º Juizado Especial Cível (JEC) alcançou a Meta 2 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) para 2018 no dia 1º de junho. A unidade conseguiu julgar 861 processos de um acervo de 950, ou seja, 90,6% dos processos distribuídos até 31 de dezembro de 2015. Em um ano e meio, o juiz Edailton Medeiros Silva, com a equipe do Juizado, conseguiu baixar 3.659 processos, uma média de 10 por dia.
De acordo com o magistrado, desde que assumiu o 2º JEC de Campina Grande, em 10 de novembro de 2016, estabeleceu-se uma meta interna de arquivar mais processos do que o número de distribuídos, o que dá uma média de 200 feitos baixados por mês, para conseguir colocar a unidade em dia. “É um trabalho árduo e coordenado para atingir as nossas metas e as do CNJ, e que só foi possível graças aos esforços da equipe liderada pela analista Maria Eliete Nunes da Costa”, ressaltou Edailton Medeiros.
O magistrado acrescentou, ainda, que o objetivo é reposicionar a unidade nos termos estabelecidos na Lei nº 9.099/1995, em relação a economia processual e celeridade. “O 2º Juizado ficou sem juiz titular durante quatro anos, e isso acabou causando um acúmulo de processos que estamos buscando vencer”, revelou.
Quanto às conciliações, Edailton Medeiros esclareceu que nas lides que envolvem dois cidadãos o acordo acontece de maneira mais fácil e natural. Entretanto, os casos em que um dos litigantes é uma grande empresa são mais difíceis de serem solucionados dessa forma. “Esse é um fator que dificulta nossa celeridade. Precisamos fortalecer os estudos na área dos Juizados Especiais no âmbito estadual para conseguir que essas empresas conciliem mais, que é uma solução eficiente”, pontuou.
Ao entrar na unidade, conforme certidão da analista Eliete Nunes, o juiz Edailton Medeiros encontrou 6.487 ações nos três sistemas (físicos, E-jus e Pje) e, até essa quinta-feira (7), foram distribuídos 3.945 novos feitos. Atualmente, o 2º JEC conta com 5.266 processos ativos.
O 2º JEC de Campina Grande conta com uma equipe de nove servidores, dois juízes leigos e dois assessores, divididos nos dois turnos, pois a unidade funciona de 7h às 19h.
Meta 2 CNJ/2018 – Visa identificar e julgar, até o dia 31 de dezembro deste ano, pelos menos 80% dos processos distribuídos até 31 de dezembro de 2014, no 1º Grau; 80% das ações distribuídas até 31 de dezembro de 2015, no 2º Grau; e 90% dos processos distribuídos até 31/12/2015 nos Juizados Especiais e Turmas Recursais.
Por Gabriella Guedes
Compartilhar Google Plus

Autor Radio Cenecista - FM 89.9 Picui PB

Postar um comentário