Eleitores não podem ser presos ou detidos a partir de hoje

A partir desta terça-feira (2) nenhum eleitor pode ser preso ou detido pela polícia, exceto em caso de ser pego em flagrante. Também podem ser presas pessoa que sejam alvo de uma sentença criminal por crime inafiançável. 
A regra é determinada pelo calendário eleitoral para garantir que o eleitor não seja impedido de votar por causa de prisões arbitrárias.
A eleição será realizada no próximo domingo (7) em todo pais. Serão escolhidos os próximos ocupantes dos cargos de presidente, vice-presidente, governador e vice, senador e deputados federais e estaduais.
O Tocantins terá reforço de tropas federais para 12 locais nas Eleições 2018. No dia 7 de outubro cerca de 2,2 mil homens de várias forças de segurança vão estar no estado para garantir a tranquilidade durante a votação. O procedimento é padrão durante eleições e será adotado em 500 locais em todo o país.
No estado, os esforços estão concentrados em aldeias indígenas e quilombolas. A exceção é a cidade de Tocantínia, que vai receber o reforço.
Compartilhar Google Plus

Autor Radio Cenecista - FM 89.9 Picui PB

Postar um comentário