JORNAL CENECISTA 21/03/2020 - Rádio Cenecista FM 89.9 - Site oficial
RÁDIO CENECISTA FM 89.9 - A PRIMEIRA DE PICUÍ, A PRIMEIRA DA REGIÃO

Anuncio No Post



JORNAL CENECISTA 21/03/2020

Compartilhar
Indagado sobre seu estado de saúde, o presidente Jair Bolsonaro voltou a minimizar, nesta sexta-feira, a gravidade da Covid-19, causada pelo novo coronavírus, e chamou a doença de "gripezinha". No Brasil, pelo menos 904 foram infectadas e onze já morreram. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), a doença já infectou 209 mil pessoas e matou 8,7 mil. — Depois da facada, não vai ser uma gripezinha que vai me derrubar — afirmou Bolsonaro, referindo-se à facada que recebeu durante a campanha presidencial em 2018.
- Um dia depois de anunciar o fechamento de shoppings de João Pessoa e de reduzir o horário de funcionamento do comércio, o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, determinou novas ações preventivas ao coronavírus nesta sexta-feira (20). Entre as medidas estão a suspensão das atividades do transporte coletivo e o fechamento de bares, restaurantes e lanchonetes. Clubes sociais, salões de beleza, clínicas de estética, casas noturnas, de festas ou de espetáculos também deverão deixar de funcionar. A decisão tem início a partir deste sábado (21) e é válida por 15 dias, podendo ser prorrogada.
No início da noite desta sexta-feira, 20, o prefeito Romero Rodrigues fez um anúncio de novas medidas, em vídeo divulgado em suas redes sociais, que passam a vigorar a partir da próxima segunda-feira, 23, com forte impacto em dois importantes setores da economia de Campina Grande: o comércio e o transporte. “Estamos sendo obrigados pelas circunstâncias a fazer gradações em decisões que precisam ser muito bem pesadas pelo efeito prático na vida das pessoas”, explicou Romero, que deve formalizar as decisões em decreto específico.

Assessoria de Imprensa

- O Ministério da Saúde contabiliza 11 mortes por covid-19 (doença causada pelo novo coronavírus SARS-CoV2). O número de casos confirmados da doença chegou a 904, de acordo com o levantamento atualizado até as 16h desta sexta-feira (20). Em relação ao número de ontem (621 casos), houve um aumento de 45%, mesmo percentual observado de quarta para quinta. Dos óbitos, nove ocorreram em São Paulo e dois no Rio de Janeiro. Apenas no Hospital Sancta Maggiore, na capital paulista, foram cinco casos.
A Paraíba tem 187 casos suspeitos de Covid-19, que é a doença causada pelo novo coronavírus. A atualização de dados foi divulgada na noite desta sexta-feira (20) pela Secretaria de Estado da Saúde (SES). O estado segue com apenas um caso confirmado, de um paciente de 60 anos, de João Pessoa, que recebeu tratamento com isolamento domiciliar e já estaria curado. Conforme a Saúde, o sistema de informação do Ministério da Saúde está em manutenção e por isso não é possível disponibilizar detalhes das notificações como, por exemplo, quantos casos notificados em cada cidade. As cidades com casos suspeitos são João Pessoa, Campina Grande, Cabedelo, Santa Rita, Patos, Sousa e Cajazeiras.
A subcoordenadora de Vigilância Epidemiológica da Sesap,RN, Alessandra Lucchesi, afirmou, em entrevista concedida à TV Tropical na manhã desta sexta-feira, 20, que tem mantido avaliações frequentes das medidas de contenção do coronavírus no Rio Grande do Norte. “A Sesap trabalha com ambos os cenários, pensando nos dados que temos e em todas as circunstâncias que podem agravar o quadro, as reuniões são frequentes e as medidas preventivas são reavaliadas diariamente”.Até o momento os dados correspondem aos 75 casos suspeitos que aguardam resultados dos exames laboratoriais, 32 casos que já foram descartados e apenas um caso confirmado.
Um decreto publicado no Diário Oficial desta sexta-feira (20) e anunciado pelo governador do Estado, João Azevêdo (Cidadania), determinou o fechamento, por 15 dias, de bancos e casas lotéricas em cidades com casos confirmados de Coronavírus na Paraíba. A determinação atinge João Pessoa, única cidade do estado com caso confirmado, e começa nesta segunda-feira (23). O anúncio foi feito na noite desta sexta-feira (20) através de uma live via redes sociais do gestor. João disse que a medida emergencial é necessária para coibir a disseminação do Coronavírus. O decreto também vale para outras cidades que registrem casos confirmados da doença.
- Para evitar a disseminação do Coronavírus, o Governo do Estado da Paraíba decidiu tomar novas providências e o transporte intermunicipal sofrerá restrições a partir deste sábado (21). Já neste final de semana, toda a frota intermunicipal da região metropolitana de João Pessoa e Campina Grande será paralisada. O anúncio foi feito em live transmitida pelas redes sociais na noite desta sexta-feira (20). A partir da próxima segunda-feira (23), os transportes intermunicipais irão voltar a funcionar, porém, com horário reduzido. Já os transportes que interligam todos os municípios da Paraíba, terão a frota reduzida a partir de amanhã (21).
O Ministério da Saúde declarou que todo o território nacional está sob o status de transmissão comunitária do coronavírus Sars-Cov-2, responsável pela pandemia da doença Covid-19. O status foi publicado em portaria na noite desta sexta-feira (20). O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, já tinha anunciado nesta tarde que a medida seria tomada em breve para facilitar ações do governo. O ministro sinalizou também que a previsão é que os casos da doença disparem em abril e o sistema de saúde deve entrar em colapso.
O Governo do Rio Grande do Norte decretou estado de calamidade pública devido à crise de saúde provocada pela pandemia do novo coronavírus - o Covid-19 - e suas repercussões nas finanças do Estado. Com a medida, as autoridades ficam autorizadas a adotar ações excepcionais. 
Na prática, realizar despesas que não eram previstas para combater à disseminação do vírus.

Nenhum comentário:

Anuncio No Post