Paraíba lidera projeção do PIB para 2022 no país - Rádio Cenecista FM 89.9 - Site oficial
RÁDIO CENECISTA FM 89.9 - A PRIMEIRA DE PICUÍ, A PRIMEIRA DA REGIÃO

Anuncio No Post




Paraíba lidera projeção do PIB para 2022 no país

Compartilhar

 

A Paraíba registrou a maior projeção do Produto Interno Bruto (PIB) para este ano no Brasil, de acordo com estudo realizado pela MB Associados Análise Macroeconômica.

Segundo o estudo, enquanto a estimativa da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) para o Brasil é de 1,4% em 2022, a projeção para a Paraíba é de mais de 4%. No Nordeste, o mesmo percentual foi verificado em Sergipe, enquanto a menor projeção (inferior a 1%) ficou com Minas Gerais.

De acordo com o secretário de Planejamento, Orçamento e Gestão do Estado, Gilmar Martins, a gestão fiscal conduzida pela Paraíba nos últimos anos, com liquidez, controle do endividamento e geração de poupança corrente, tem possibilitado a realização de novos investimentos com recursos próprios, a contratação de operações de crédito para melhorar a infraestrutura local, e a melhoria do ambiente de negócios.

“Todos estes aspectos contribuem para o aumento da produção, desenvolvimento econômico e, consequentemente, estimula o crescimento do PIB”, ressalta.

Ainda segundo ele, é importante que este cenário se mantenha ao longo do tempo, para que a Paraíba possa experimentar o ‘crescimento econômico sustentável’.

“Os números indicam que o estado está no caminho correto, pois as análises sobre os resultados fiscais de 2021 apontam na direção da manutenção da Capag “A”, restando apenas a certificação por parte das Agências de Rating e da Secretaria do Tesouro Nacional”, complementa.

Rating A – O Governo da Paraíba conquistou também a nota máxima na avaliação da sua capacidade de pagamento junto à Secretaria do Tesouro Nacional (STN) e passou a ter rating A de acordo com a última avaliação, divulgada em junho de 2021, consolidando a eficiência de suas gestões fiscal e financeira diante das análises de governo e de mercado.

Com Secom

Nenhum comentário:

Anuncio No Post