Advogado de Cuité defende redução do salário dos vereadores para R$ 800

Nesta quinta-feira (03), o radialista Flávio Fernandes conversou com o advogado para saber detalhes da proposta. “Essa questão de redução é uma maneira de vê quem é que quer realmente ajudar o povo, colaborar com a tarefa pública, e quem é que quer usar aquela estrutura como um emprego, como um enriquecimento”, argumentou.

Dagbaldo enfatizou que este movimento deve ser suprapartidário. “Eu estou vendo essa questão como uma discussão suprapartidária. Eu acho que envolve todos os setores da sociedade. Eu estou falando como cidadão, não estou falando como político”, destacou.

O advogado finalizou defendendo a sua sugestão. “Eu acho que um município como Cuité não suporta gastar com o custeio da máquina pública e com o Poder Legislativo o quanto se gasta atualmente. É incompatível com as finanças do município. A população entende claramente e se não entendesse não havia tido toda essa repercussão e isso deve ser colocado em discussão”, finalizou.

Na página do Blog do Flávio Fernandes, no facebook, foi feita uma pequena enquete para saber a opinião dos internautas e até o fechamento desta matéria todos os participantes foram favoráveis ao tema.

O advogado Dagbaldo Vasconcelos, da cidade de Cuité, Curimataú paraibano, defendeu a redução do salário dos vereadores, secretários e prefeito da sua cidade e o tema já começa a repercutir. O assunto veio à tona após um áudio - onde o advogado expõe a sua opinião - ser compartilhado através do WhatsApp. De acordo com Dagbaldo, o salário dos vereadores deveria ser R$ 800, dos secretários municipais R$ 2 mil e de prefeito R$ 3,5 mil.

O cuiteense sugeriu que seja feito um abaixo-assinado físico e online para saber a opinião da população e em seguida encaminhá-lo ao Legislativo Municipal para que os vereadores possam apreciar o projeto.
Compartilhar Google Plus

Autor Radio Cenecista - FM 89.9 Picui PB

Postar um comentário