Fraudes no auxílio emergencial chegam a 23% do valor pago, diz TCU - JORNAL CENECISTA - Rádio Cenecista FM 89.9 - Site oficial
RÁDIO CENECISTA FM 89.9 - A PRIMEIRA DE PICUÍ, A PRIMEIRA DA REGIÃO

Anuncio No Post



Fraudes no auxílio emergencial chegam a 23% do valor pago, diz TCU - JORNAL CENECISTA

Compartilhar

 


- As fraudes no auxílio emergencial chegam a até R$ 42,1 bilhões, segundo uma auditoria do TCU. O valor equivale a 23% de tudo o que foi pago pelo governo no auxílio emergencial. Segundo o Tesouro, R$ 182,9 bilhões foram gastos com até hoje. A previsão é que o governo pague R$ 254,4 bilhões de acordo com os critérios atuais. Com a prorrogação até dezembro, o valor subirá.

Criança tinha apenas 6 anos - Foto: Redes Sociais

Uma criança de 6 anos morreu em um capotamento de carro nesta quarta-feira (26), na cidade de Parelhas, região Seridó do estado. O acidente aconteceu em uma estrada de terra que liga o povoado Juazeiro, uma comunidade rural, à área urbana do município. Outras duas pessoas ficaram feridas. De acordo com informações da Polícia Militar, o acidente aconteceu por volta das 9h a 6 km do Centro de Parelhas. Uma mulher de 38 anos dirigia o carro quando perdeu o controle da direção em uma estrada de terra e capotou. No carro estavam, além dela, duas filhas, a menina de 6 anos que morreu no acidente e outra de 16 anos. A mãe e a filha mais velha foram socorridas ao Hospital Dr. José Augusto Dantas na cidade de Parelhas e foram liberadas em seguida. Elas residem no município vizinho, Carnaúba dos Dantas.


O Comitê Científico que assessora o Governo do Estado e a Sesap emitiu um parecer nesta terça-feira (25) recomendando que a data de retorno às aulas no RN seja revisada no fim deste mês. Observando mais de dez tipos de dados relacionados à pandemia no estado, o Comitê aferiu que ainda é preciso aguardar uma melhora mais sustentada nos indicadores para garantir a autorização das aulas presenciais nas redes de ensino, previstas para setembro.

Após matar um bandido na manhã desta quarta-feira (26) durante tentativa de assalto na zona rural de Soledade, o fazendeiro, que não teve seu nome revelado, fugiu. Uma dupla armada chegou a fazenda e um delinquente foi assaltar as pessoas que estavam na fazenda, localizada na zona norte de Soledade, sentido São Vicente do Seridó, enquanto o comparsa aguardava na moto para fugirem em seguida. No entanto, o dono da fazenda surpreendeu os marginais e matou um deles a tiros e o comparsa fugiu. Em seguida, o fazendeiro também se evadiu do lugar para livrar o flagrante. A Polícia Civil (PC) vai investigar o caso.

- O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), em parceria com a Polícia Ambiental da Paraíba, deflagrou a Operação Abacaí II, a fim de combater a caça e o tráfico de fauna silvestre no Sertão do estado. Em sete dias de trabalhos, a ação culminou na apreensão de 572 animais e na aplicação de cerca de R$ 281 mil em multas.

- A fiscalização foi realizada de 17 a 23 de agosto, nas cidades de Cacimbas, Brejo do Cruz, São Francisco, Olivedos, São João do Cariri, São João do Rio do Peixe e Paulista. Entre os animais apreendidos, estavam 500 arribaçãs abatidas (Zenaida auriculata); 67 pássaros silvestres de diversas espécies, mantidos ilegalmente em cativeiro; além de cinco tatus da espécie peba (Euphractus sexcinctus), dos quais, quatro estavam vivos. Os animais abatidos precisaram ser incinerados, enquanto os demais foram soltos em habitat natural. A operação também resultou na apreensão de 75 gaiolas utilizadas em cativeiros ilegais de pássaros. Todas foram queimadas.

Denúncias

A caça e os cativeiros ilegais de animais silvestres abastecem o comércio e o tráfico de fauna nativa, retirando da natureza milhares de espécimes, que são postos em situação de maus-tratos e até morrem.

Ninguém acertou as seis dezenas da Mega-Sena sorteadas hoje (26) à noite no Espaço Loterias Caixa, no Terminal Rodoviário Tietê, em São Paulo. Os números sorteados no Concurso 2.293 foram: 01, 02, 10, 37, 42 e 48. A quina teve 69 acertadores e cada um vai receber o prêmio de R$ 51.206,89.

Os 5.498 ganhadores da quadra terão o prêmio individual de R$ 918,06. A estimativa de prêmio do próximo concurso, no sábado (29), é de R$ 52 milhões.

O Tribunal de Contas da União (TCU) determinou que o Ministério da Cidadania passe a reavaliar mensalmente a condição dos beneficiários do auxílio emergencial federal pago a trabalhadores informais, microempreendedores individuais (MEI), autônomos e desempregados afetados pela crise decorrente da pandemia da Covid-19. Proposta pelo ministro Bruno Dantas, responsável pelo terceiro relatório de acompanhamento da Corte em relação ao auxílio emergencial, a medida visa a evitar o pagamento da ajuda mensal de R$ 600 a R$ 1.200 (no caso das mães chefes de família) para quem deixar de precisar do benefício ou descumprir os pré-requisitos legais, como o que limita a concessão do benefício a dois beneficiários por família. Cerca de 1,31 milhão de pessoas foram excluídas do programa desde o início.   

Depois de participar de reunião com o ministro da Economia, Paulo Guedes, e outros integrantes do governo, o  presidente Jair Bolsonaro afirmou na noite desta terça-feira (25) que deve definir até a próxima sexta o novo valor do auxílio emergencial, menor que os atuais R$ 600, que pretende prorrogar até o fim do ano. Ele participou da abertura do congresso nacional da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), em um hotel de Brasília.
“Hoje teve mais uma reunião com equipe econômica. Demos mais um passo no tocante a isso daí, porque nós acreditamos que teremos mais um endividamento, não na ordem de R$ 50 bilhões por mês, como é este auxílio emergencial no momento, de R$ 600, mas diminuir um pouco esse valor para ver se a economia pega.  Nós temos que pegar. A economia tem que pegar”, acrescentou.

O Ministério da Cidadania publicou hoje no Diário Oficial da União (DOU) uma portaria com novo calendário de pagamentos do auxílio emergencial. O calendário vale para os trabalhadores que realizaram o cadastro nas agências dos Correios entre os dias 8 de junho e 2 de julho, os que fizeram contestação do pedido de auxílio entre os dias 3 de julho e 16 de agosto e que tenha sido considerado elegível.https://agenciabrasil.ebc.com.br/ebc.png?id=1314834&o=nodehttps://agenciabrasil.ebc.com.br/ebc.gif?id=1314834&o=node O novo calendário também abrange as pessoas que receberam a primeira parcela em meses anteriores, mas tenham tido o pagamento reavaliado em agosto de 2020. Inicialmente os valores serão depositados na poupança social digital, podendo ser usados para o pagamento de contas e realização de compras por meio do cartão de débito virtual. Posteriormente os recursos serão liberados para saques e transferências. Segundo a pasta e medida visa evitar aglomerações para minimizar o risco de propagação do novo coronavírus (covid-19). De acordo com a portaria, as pessoas que se inscreveram nas agências dos Correios entre 8 de junho e 2 de julho, receberão os pagamentos por meio de poupança social digital. A primeira parcela será paga no período de 28 de agosto a 30 de setembro. Os saques serão liberados no período de 19 de setembro a 27 de outubro. A segunda e terceira parcelas serão pagas de 9 de outubro a 13 de novembro, com saques liberados de 29 de outubro a 19 de novembro. A quarta e quinta parcelas sairão no período de 16 de novembro a 30 de novembro, com saques liberados de 26 de novembro a 15 de dezembro. No caso dos trabalhadores que fizeram a contestação entre os dias 3 de julho e 16 de agosto, a primeira parcela será paga no período de 28 de agosto a 30 de setembro, com saques liberados de 19 de setembro a 27 de outubro.  A segunda e terceiras parcelas de 9 de outubro a 13 de novembro, com saques liberados de 29 de outubro a 19 de novembro. As duas parcelas restantes serão pagas de 16 de novembro a 30 de novembro, com saques liberados de 26 de novembro a 15 de dezembro. Em relação aos casos dos trabalhadores que tenham recebido a primeira parcela em meses anteriores e tiveram o pagamento suspenso em agosto, o ministério efetuará o pagamento de todas as parcelas restantes no período de 28 de agosto a 30 de setembro. Os saques serão liberados no período de 19 de setembro a 27 de outubro.

Nenhum comentário:

Anuncio No Post